fbq('track', 'AddPaymentInfo'); fbq('track', 'InitiateCheckout'); fbq('track', 'Lead'); fbq('track', 'ViewContent'); fbq('track', 'Purchase', {value: 0.00, currency: 'USD'});
top of page

JESUS, O REI DA MINHA FAMÍLIA - Parte 11


“Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Do qual toda a família nos céus e na terra toma o nome.” (Efésios 3:13-15)


Deus continua no controle! “Ele muda as épocas e as estações; destrona reis e os estabelece. Dá sabedoria aos verdadeiros sábios e entendimento aos que buscam discernir e conhecer.” (Daniel 2:21). Memo que muitas coisas estejam roubando sua paz dentro de casa, o Rei está vivo e pode tomar suas causas. Alguns exercícios de fé precisam ser ativados, para que o governo do Rei seja manifesto no ambiente de confiança que Ele deu a você, a sua família.


A nossa boa conduta é o que fará com que o cônjuge e os filhos entrem em outro nível de vida com Deus, assumindo a fé e vivendo em uma dimensão que os comuns jamais entenderão. “Porque para isto trabalhamos e somos injuriados, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis. 9. Esta palavra é fiel e digna de toda a aceitação; Manda estas coisas e ensina-as. Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.” (1 Timóteo 4:10-12)



NÃO SEJA RELIGIOSO, PREGUE COM A SUA VIDA


Tenho ensinado que a sua casa precisa ver a Palavra sendo pregada não por falácias, mas pelo exemplo, pelo bom testemunho. Tem muito céu de religiosidade, e nossos filhos e aqueles que convivem conosco se perguntam: “Onde está essa Palavra que se ouve, na prática, naqueles que dizem que possuem a vida de Deus?”. Agora, para viver a Palavra na prática, tem que renunciar muita coisa, passar pela mente renovada, contar com a boa mão do Senhor e a ajuda de mentores que tenham uma vida aprovada em Deus e que andam nos Seus caminhos.


Não podemos passar a vida esperando que o outro mude, vamos fazer um exercício, pela Palavra, e mudar nossa conduta primeiro, e as demais coisas serão acrescentadas. Assim, você será partícipe da família e não apenas um ensinador de regras. As regras que você ensina não serão cumpridas, a menos que seu cônjuge e filhos vejam que são verdades no seu bom testemunho e que fazem parte da sua vida. As regras desagregam, os princípios consolidam. Vamos buscar o Reino! “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6:33)


Às vezes, não temos como reagir diante de tantos desafios familiares. Porém, se nós não nos tornarmos depósitos de mágoa nem cultivarmos as sementes de rancor, seguramente a cura virá apressadamente. Eu tomo como exemplo, na Bíblia, o profeta Oséias, um homem que pregou vivendo. Que desafio para esse líder viver uma obediência e renúncia, colocando sua reputação e história em xeque. Mas esses níveis de exemplo, que nos confrontam e nos trazem cura, são para que outros possam ter esperança e não desistam da aliança nem entrem em crise por situações que não deveriam ser colocadas com tanta relevância. “Todavia, eu ensinei a andar a Efraim; tomando-os pelos seus braços, mas não entenderam que eu os curava. Atraí-os com cordas humanas, com laços de amor, e fui para eles como os que tiram o jugo de sobre as suas queixadas, e lhes dei mantimento.” (Oséias 11:3,4)


Oséias é uma tipologia de Cristo, amando o não amável e aceitando o não aceitável, e pelo exemplo muda históricos, ainda que a humilhação faça parte do processo. Oséias foi um grande modelo de suporte, o que ele fez, a forma como derramou a vida de Deus na família, a começar por Gômer, é o reflexo de um sacerdote que não media esforço para manter a sua casa em ordem e não desistia do profético que era sua missão. Um território que precisava do Rei para absorver uma geografia de tantas sentenças amaldiçoadas. O que temos aqui é muita libertação, cura e restituição de um povo fora da geografia espiritual que não teve a oportunidade de conhecer a Deus.


Oséias se casou com Gômer, com o desafio de vencer a cultura pagã que entrou na monarquia de Israel e, consequentemente, perverteu as geografias familiares. Como assim? Israel se misturou com outros povos pagãos e permitiu casamentos com mulheres ímpias, por isso o Senhor orienta Oséias: “O princípio da palavra do SENHOR por meio de Oseias. Disse, pois, o SENHOR a Oseias: Vai, toma uma mulher de prostituições, e filhos de prostituição; porque a terra certamente se prostitui, desviando-se do SENHOR. Foi, pois, e tomou a Gômer, filha de Diblaim, e ela concebeu, e lhe deu um filho.” (Oséias 1:1-3). Oséias construiu em Gômer uma mulher decente, tratando-a como esposa e devolvendo sua dignidade. Assim podemos nos encher de esperança e, mesmo diante de tantos desafios, perseverarmos pela nossa família.


Continua...

771 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page