fbq('track', 'AddPaymentInfo'); fbq('track', 'InitiateCheckout'); fbq('track', 'Lead'); fbq('track', 'ViewContent'); fbq('track', 'Purchase', {value: 0.00, currency: 'USD'});
top of page

LÍDERES FRUTÍFEROS - Parte 2


“Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto.’’ (João 15:1,2)


Como líderes, precisamos estar firmados na Videira Verdadeira, que é Jesus, para frutificarmos e cumprirmos o chamado que recebemos do Pai. Lembrando que a promessa é que Deus limpa somente aquele vai produzir mais, aquele que se tornará frutífero. A geração de líderes frutíferos não é de interesse pessoal, mas do interesse de Deus. É Deus quem quer levantar uma geração de líderes frutíferos. Jesus diz que é a Videira Verdadeira, e Ele está atestando que existem videiras que não são verdadeiras.



MAIS QUE DISCÍPULOS, AMIGOS


Jesus, como Videira, ultrapassou o sentimento de apenas servo, como eles tinham, para que pudessem se transformar em discípulos-amigos, abrindo o leque do relacionamento fileo – amigo incondicional, que se faz conhecer, que em tudo é transparente. Ele estava dizendo que queria que fossem além de servos e discípulos, mas amigos – irmãos de aliança. Jesus não queria relacionamentos escondidos. Até então, eles O conheciam num nível, mas a partir daquele momento, passariam a conhecê-lO em um nível mais profundo, estreitando relacionamento. A partir de então se abre um leque de universos diferentes, além do universo de servo e de discípulo.



UNIVERSO DO SERVO


O servo obedece, tem prazer em servir, em caminhar, em trabalhar. Os verdadeiros servos fazem história. Precisamos ser servos, não podemos perder o espírito de servos.



UNIVERSO DO DISCÍPULO


O discípulo caminha lado a lado e busca ter no seu caráter o caráter do seu mestre.



UNIVERSO DO AMIGO


Jesus disse que entrar no universo de amigo é algo muito especial. Ele não estava falando de qualquer amizade, mas uma amizade de aliança. Jesus, na figura de Amigo, deu Sua própria vida em nosso favor. Hoje somos Seus servos, discípulos e amigos.


Que amor tão grande é esse! Jesus foi Amigo, ao ponto de dar a Sua vida por nós, ultrapassando a condição de Servo e de Discípulo, trouxe o discurso do Amigo na prática da entrega de Si próprio porque em Israel, ninguém chama o outro de amigo, se este não tiver o caráter de irmão. Por isso, Salomão diz: “Na angústia, nasce um irmão”.


Jesus estava mostrando que o discipulado deve ser assim: Gerar relacionamento. Se você é um líder distante dos discípulos, você não cresce nem frutifica. Precisamos ter um discipulado de relacionamento, discípulos que não percam o respeito, mas que sejam líderes de avivamento conosco. E que esse relacionamento seja intrínseco, porque Deus corrige os relacionamentos na história, nos dando servos, discípulos, amigos. Deus nos dá essa tríade. Uma só pessoa pode ter todas essas qualidades.


Os grandes servos da história não deixaram sua descendência, porque eles somente eram servos. Eles não se deixaram ser discípulos, e eles não se deixaram ser amigos, mas aqueles que são amigos, é porque foram aprovados como servos, como discípulos, e Deus os fez amigos, de aliança profunda. São amigos de aliança irrevogável, então essas pessoas não se negociam. São verdadeiros e não abro mão de você.


Continua...

481 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page