fbq('track', 'AddPaymentInfo'); fbq('track', 'InitiateCheckout'); fbq('track', 'Lead'); fbq('track', 'ViewContent'); fbq('track', 'Purchase', {value: 0.00, currency: 'USD'});
top of page

Qualidades de um líder que conquista territórios - Parte 1


“Saul, porém, disse a Davi: Não poderás ir contra esse filisteu para pelejar com ele, pois tu ainda és moço, e ele homem de guerra desde a sua mocidade. Então disse Davi a Saul: Teu servo apascentava as ovelhas de seu pai, e sempre que vinha um leão, ou um urso, e tomava um cordeiro do rebanho, eu saía após ele, e o matava, e lho arrancava da boca; levantando-se ele contra mim, segurava-o pela queixada, e o feria e matava. O teu servo matava tanto ao leão como ao urso; e este incircunciso filisteu será como um deles, porquanto afrontou os exércitos do Deus vivo. Disse mais Davi: O Senhor, que me livrou das garras do leão, e das garras do urso, me livrará da mão deste filisteu. Então disse Saul a Davi: Vai, e o Senhor seja contigo”. (1 Samuel 17:33-37)


O texto de 1 Samuel nos leva a perceber a unção de Deus na vida de Davi e o quanto ele era um jovem de características dignas de serem imitadas. Ele foi um exemplo, um modelo de jovem equilibrado, que experimentou o sobrenatural em sua vida, conduzindo uma nação.


Vamos aprender com Davi algumas qualidades evidentes em sua vida e que fizeram dele um conquistador de territórios. Podemos dizer que existem qualidades inerentes na vida de todo líder conquistador, que são:


1. Ser obediente aos comandos do pai


Ninguém conquista territórios com desobediência, com rebeldia. Davi foi um jovem obediente ao seu pai. Quando foram chamá-lo para encontrar com o Profeta Samuel, ele disse que estava ocupado com os negócios do pai. Davi não era apenas obediente, era também ocupado.


Alguns líderes até são obedientes, mas são também desocupados, só fazem o que lhes é solicitado e quando lhes sobra tempo. O sinal de obediência e do resultado de obediência não está na suficiência do tempo de trabalho que sobra, mas na maneira como administramos o tempo.


As maiores e melhores decisões que um homem toma são durante a sua juventude. Um jovem, quando bem orientado, pode tomar decisões sábias. Não há nada pior para um ser humano do que envelhecer no lugar errado. Descobrir que aquilo que fez durante a vida toda não era a sua vocação e nem tão pouco o desejo de Deus. Mas Davi não caiu nesse erro, pois foi um jovem obediente e cem por cento envolvido com os negócios do pai; ele estava no lugar certo.


2. Estar atento aos conselhos que não edificam


Davi tinha a qualidade de estar sempre atento aos conselhos que não lhe davam condições de lograr êxito. Todo homem de Deus precisa não dar ouvidos a conselhos de pessoas que não têm aliança com Deus, que já ficaram morosas em seus ministérios, que só evangelizam para aliviar o sentimento de culpa que carregam.


Observe que Davi se irritou profundamente com Golias por causa da afronta que ele causava para o exército do Deus vivo. E decidiu que daria cabo àquela situação, pois tinha convicção de que lutaria na força do Senhor. Conosco não é diferente. Quantas pessoas querem nos desestimular diante de desafios que precisamos enfrentar e que nos farão ficar mais fortalecidos? Não ouça o conselho do mal.


Satanás sabe que só ouvimos o conselho de pessoas que têm influência sobre nós. É por isso que, quando não vigiamos, ele usa os que estão mais próximos para nos desviar do propósito de Deus. Foi assim com Davi! Os irmãos dele, homens adestrados de guerra, aconselharam-no que não enfrentasse o gigante, que não fizesse o que Deus estava colocando em seu coração.


Saul, rei de Israel, era aparentemente muito maduro, parecia ter muita experiência, mas estava com a voz fora da promessa e aconselhou mal a Davi, dizendo que ele era muito jovem para lutar contra o filisteu. A omissão de Saul era um sim para o diabo continuar usando Golias para afrontar a nação israelita. Na realidade, Saul era um desacreditado, que não tinha mais autoridade sobre o exército.


Entretanto, nada pôde deter Davi. Ele rejeitou tanto o conselho dos seus irmãos quanto o do rei e afirmou que o gigante cairia. E foi exatamente o que aconteceu: Davi matou Golias. Porém, ele só conseguiu cumprir o propósito de Deus, porque era um líder ousado, determinado, que sabia o que queria. Quando um líder sabe o que quer, sempre tem o respaldo de Deus e a ele uma multidão é entregue.


Continua...


491 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page