fbq('track', 'AddPaymentInfo'); fbq('track', 'InitiateCheckout'); fbq('track', 'Lead'); fbq('track', 'ViewContent'); fbq('track', 'Purchase', {value: 0.00, currency: 'USD'});
top of page

UMA IGREJA NO MOVER DO ESPÍRITO SANTO - Parte 14




“Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem vive de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja. A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz.” (Romanos 8:5,6)

 

A igreja ultrapassou os séculos por causa da obra do Espírito Santo, pois com tamanha perseguição, se não fosse a convicção da nova natureza, os filhos de Deus não suportariam as maldades dos governantes perversos, agentes de Satanás. O mover do Espírito Santo é magnífico e ministra para os santos do Senhor coragem, força e inteligência de como vencer o dia mal; são estratégias divinas.

 

Você já avaliou que todos que serviram a Deus passaram por perseguições diversas, umas mais severas e outras mais brandas, porém ninguém escapou dos líderes maus que sabiam que a igreja é uma ameaça para seus planos malignos. Porém, com todas as perseguições, a igreja não parou sua missão e não se intimidou com as ameaças do adversário. Por quê? Porque o governo do Espírito Santo estava consolidado no caráter dos líderes de aliança.

 

 

NÃO DEVEMOS ANDAR MISTURADOS

 

Hoje, a igreja perdeu cadência na sua conquista, por causa dos líderes, “homens de Deus”, que se misturaram com interesses escusos. “Acabadas, pois, estas coisas, chegaram-se a mim os príncipes, dizendo: O povo de Israel, os sacerdotes e os levitas, não se têm separado dos povos destas terras, seguindo as abominações dos cananeus, dos heteus, dos perizeus, dos jebuseus, dos amonitas, dos moabitas, dos egípcios, e dos amorreus. Porque tomaram das suas filhas para si e para seus filhos, e assim se misturou a linhagem santa com os povos dessas terras; e até os príncipes e magistrados foram os primeiros nesta transgressão.” (Esdras 9:1,2)

 

O testemunho da igreja calava aqueles que se levantavam para tentar parar a obra do Espírito. “E, estando eles falando ao povo, sobrevieram os sacerdotes, e o capitão do templo, e os saduceus, doendo-se muito de que ensinassem o povo, e anunciassem em Jesus a ressurreição dentre os mortos. E lançaram mão deles, e os colocaram na prisão até ao dia seguinte, pois já era tarde. Muitos, porém, dos que ouviram a palavra creram, e chegou o número desses homens a quase cinco mil. E aconteceu, no dia seguinte, reunirem-se em Jerusalém os seus principais, os anciãos, os escribas, e Anás, o sumo sacerdote, e Caifás, e João, e Alexandre, e todos quantos havia da linhagem do sumo sacerdote. E, pondo-os no meio, perguntaram: Com que poder ou em nome de quem fizestes isto? Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse: Principais do povo, e vós, anciãos de Israel, visto que hoje somos interrogados acerca do benefício feito a um homem enfermo, e do modo como foi curado, seja conhecido de vós todos, e de todo o povo de Israel, que em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, em nome desse é que este está são diante de vós. Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina. E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.” (Atos dos Apóstolos 4:1-12)

 

Ainda que se levantem contra o povo de Deus o Senhor é quem providencia os escapes. Porém, não podemos arrefecer quando as guerras chegam no nosso território, o Espírito Santo nos lembrará o que falar e colocará a palavra seletiva nos nossos lábios. “Porquanto, naquele momento, o Espírito Santo vos ministrará tudo o que for necessário dizer.” (Lucas 12:12)

 

Não seremos isentos da perseguição, ainda que tenhamos as nossas pausas de paz e líderes políticos aliados à igreja de Jesus, não estamos isentos de atrocidades, pois enfrentamos as maldades dos homens, porque o mundo jaz no maligno, e a igreja de Jesus, por não compactuar com as ideologias do sistema, sofrerá perseguição.

 

Não há como escapar, pois a maquinação do erro e a estratégia do mal estarão sempre oponentes à igreja verdadeira e sua doutrina limpa. E, para se multiplicar a iniquidade, a única forma de não ter oposição é destilar uma guerra contra os santos do Senhor Jesus, porém, o Espírito Santo estará nos guardando e nos livrando de todo mal.

 

A saída da igreja é depender do mover do Espírito.

 

 

Continua...

1.067 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page