fbq('track', 'AddPaymentInfo'); fbq('track', 'InitiateCheckout'); fbq('track', 'Lead'); fbq('track', 'ViewContent'); fbq('track', 'Purchase', {value: 0.00, currency: 'USD'});
top of page

UMA IGREJA NO MOVER DO ESPÍRITO SANTO - Parte 19

“Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem vive de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja. A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz.” (Romanos 8:5,6)

 

Os apóstolos da Igreja Primitiva só tiveram êxito na evangelização por causa da obra do Espírito Santo, pois havia uma ordem para que não iniciassem a conquista territorial até que o Espírito Santo fosse derramado sobre eles.

 

A instrução era: “E, estando com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que, disse ele, de mim ouvistes. Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias.” (Atos 1:4,5). Ou seja: “Fiquem na base, até que um revestimento os tome e vocês sejam apoderados do sobrenatural para, com autoridade, exercerem a chamada que lhes fora confiada”.

 

Eles entenderam que sem a obra do Espírito Santo não haveria sucesso nas demandas que estavam anunciadas. “Mas recebereis o poder do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria, e até aos confins da terra.” (Atos 1:8)

 

 

AVANÇANDO PELO MOVER DO ESPÍRITO

 

Nada no mover do Espírito deverá ser realizado na força do braço, mas na dispensação do que Ele ministra ao coração. Como avançaremos para alvos tão desafiadores, que envolvem vidas aprisionadas nas trevas (em um império de Satanás) e entraremos no campo do inimigo sem esse poder dominando nossas vidas?

 

Parece loucura alguém desejar libertar as vidas no entendimento natural. Que tipo de conquista verdadeira teremos se assim procedermos? Todos vão concordar que tentar conquistar sem o poder do Espírito é uma tentativa ínfima, contudo se dedicar ao ministério do Espírito Santo não é uma missão fácil, requer disciplina para ouvir sua voz e seguir para o próximo passo.

 

Se alguém não nasceu de novo, isso é impossível, porém se tem a experiência do novo nascimento e não exerce essa intimidade existe um porquê. Qual? Com certeza, são áreas que ainda estão por serem restauradas, pois há opressão de trevas na vida desse líder. Uma das coisas mais poderosas quem temos é a graça de testemunhar do poder de Deus em nossas vidas, por causa da redenção outorgada e pela ressurreição de Cristo Jesus. “E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça.” (Atos 4:33)

 

Deus tem planos para a sua igreja, e nenhum deles será realizado sem o poder do Espírito Santo, seja em um simples departamento, a cargos mais relevantes; todos carecem do poder do Espírito.

 

Um testemunho pessoal: Quando nossas equipes buscavam a Deus com intensidade em vigílias, reuniões de quebrantamento, encontros de edificação e juntos fazíamos metas COMO IGREJA, alegramos o coração de Deus e a multiplicação dos salvos chegou, cumpriu-se a Palavra de que o coração de unidade atraía a multidão.

 

“E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns. E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça. Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha.” (Atos 4:32-35)

 

 

Continua...

646 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page