fbq('track', 'AddPaymentInfo'); fbq('track', 'InitiateCheckout'); fbq('track', 'Lead'); fbq('track', 'ViewContent'); fbq('track', 'Purchase', {value: 0.00, currency: 'USD'});
top of page

UMA IGREJA NO MOVER DO ESPÍRITO SANTO - Parte 27

Atualizado: há 4 dias

 

“Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem vive de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja. A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz.” (Romanos 8:5,6)


Vamos aprender que em Gênesis 13:1 começou a guerra de conflito de propósito na vida de Abrão, pois ele, sendo uma escolha divina, errou na sua escolha humana, colocando Ló para caminhar ao seu lado, sem a autorização de Deus.

 

Através da vida dele, entendemos que muita coisa difícil que temos enfrentado, mesmo sendo homens guiados pelo Espírito de Deus, acontece por conta das pessoas que colocamos ao nosso lado, sem saber se há o sim de Deus para tal decisão, então colhemos consequências desagradáveis e, às vezes, culpamos Deus pelas nossas obtusidades quando, na verdade, somos a resposta das nossas escolhas.

 

 

SOMOS A RESPOSTA DAS NOSSAS ESCOLHAS

 

Ló foi a escolha de Abrão, por ser alguém da família em quem confiava, contudo o coração do sobrinho mudou quando a prosperidade chegou. Ló não reconheceu que tudo que possuía era por caminhar com Abrão e não por causa dele.

 

Deus chamou Abrão para andar com Ele, e Abrão convidou Ló para caminhar ao seu lado; essa carona custou caro para o Pai da Fé. Isso nos faz ver que mesmo como homens cheios do Espírito, com discernimento, podemos errar quando deixamos que alguns acessem nossas vidas.

 

Vamos consultar melhor ao Espírito Santo! Veja que Abrão era um homem notável, com a chamada mais inédita de toda história bíblica, o Patriarca da Fé, o introdutor da intimidade com Deus, o líder da expansão territorial, o dono da promessa de Canaã, homem cheio do Espírito, mas ainda assim, fez decisões equivocadas.

 

Uma das maiores tragédias na vida de Abrão foi manter Ló próximo, saqueando sua riqueza e dividindo sua liderança. “E também Ló, que ia com Abrão, tinha rebanhos, gado e tendas. E não tinha capacidade a terra para poderem habitar juntos; porque os seus bens eram muitos; de maneira que não podiam habitar juntos. E houve contenda entre os pastores do gado de Abrão e os pastores do gado de Ló; e os cananeus e os perizeushabitavam então na terra.” (Gênesis 13:5-7)

 

Nós podemos escrever nossa própria tragédia com as escolhas erradas, isso na amizade, no casamento, no discipulado, nos negócios, em geral. Homens cheios do Espírito Santo, possuídos em fé, poderão errar se sua confiança crescer dentro de si mesmos e poderão perder a direção de buscar a Deus. Cuidado com a autoconfiança no lugar da fé. Nossa confiança deve estar no Senhor.

 

Os laços na nossa história de vida não têm a ver com punição divina, mas com as escolhas humanas, quando Deus não é convidado para nos dar a devida direção. “Buscai o Senhor enquanto se pode achar, invocai enquanto está perto.” (Isaías 55:6)

 

Nossas escolhas erradas são um laço para não desenvolvermos o propósito que está na nossa chamada. Ló viu tudo que Abrão fez, e não se tornou um homem diferente; o resultado da sua história foi exatamente uma catástrofe, gerou moabitas que se tornaram inimigos do povo de Deus.

 

Nem imaginamos que escolhas erradas podem gerar um exército de inimigos contra nossa própria descendência. A decisão de Abrão se torna um exemplo para quem deseja ser líder no campo da fé. Mesmo sendo um líder de temor e cheio do Espírito Santo, Abrão foi firme e decidiu seu futuro.

 

A verdade é que se Abrão não tomasse essa decisão seria sempre um Abrão, mas quando escolheu romper com Ló, tornou-se um líder notável, porque conseguiu romper com seus erros mais básicos.

 

 

Continua...

649 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page