fbq('track', 'AddPaymentInfo'); fbq('track', 'InitiateCheckout'); fbq('track', 'Lead'); fbq('track', 'ViewContent'); fbq('track', 'Purchase', {value: 0.00, currency: 'USD'});
top of page

Santidade e fidelidade são individuais - Parte 1


“E o próprio Deus de paz vos santifique completamente; e o vosso espírito, e alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” (I Tessalonicenses 5:23)


Muitas vezes Deus nos trata no coletivo e por causa dessa coletividade somos encontrados santos e fiéis. Contudo, Deus quer nos levar a um nível ainda maior de santidade e fidelidade individual.


Em que nível está a sua santidade? Você tem procurado viver uma vida de santidade? Se sua resposta for sim, com certeza você será encontrado também fiel? Seu foco, no momento, é ter o caráter moldado? Quem é você nesse processo de ser encontrado em santidade?



Santidade e fidelidade caminham juntas


Se já vivemos o processo de termos a bênção trabalhando na coletividade, com resultados satisfatórios, viveremos agora o tempo do teste individual. O Senhor deseja que você não tenha uma vida de santidade e fidelidade apenas na coletividade, mas principalmente na sua individualidade.


A santidade e a fidelidade coletiva são subjetivas. Algumas pessoas dizem: “Eu vivo em santidade e fidelidade e o meu irmão não, mas, ainda assim, quando estamos juntos, temos um resultado de santidade e fidelidade. Bem, talvez e em partes. Porém, será que no dia da entrega do ‘diploma espiritual’, o Senhor vai respaldar você e seu irmão pelos resultados de santidade e fidelidade?!


Gênesis 7 mostra que oito pessoas entraram na arca e, dentre elas, uma era infiel: Cão. Deste homem foi gerada a cidade de Sodoma e Gomorra. Deus disse a Noé que para cada sete pares de animais limpos, apenas um par de animal imundo entraria na arca (Gênesis 7:2). Então, o profano jamais superará o santo; o infiel nunca será maior que o fiel.


Há um decreto de fidelidade, santidade, pureza que cada um de nós precisamos viver. Nesse texto, há um decreto para a coletividade, mostrando que os sete não seriam contaminados apesar de um ter sido encontrado infiel, mesmo que estivessem juntos.


Assim como na arca viajaram oito pessoas e uma delas foi encontrada infiel, Deus não deixou de abençoar os fiéis, por causa do infiel. Porém, chegou um momento em que a descendência provaria de tudo que havia sido destilado dentro da questão de fidelidade. A descendência de Cão foi uma descendência problemática, porque ele era infiel.


Na coletividade, no mesmo nível no qual somos absolvidos, somos condenados. Deus trata individualmente, mas trata também com a nação. E a nação, quando peca, é ferida por catástrofes e já vimos essa história se repetindo várias vezes.


Quando a chuva vem, ela cai sobre justos e injustos; quando Deus pune uma Nação, a punição vem sobre justos e injustos. Muitas pessoas que não têm nada a ver com o pecado da coletividade, sofrem os danos, são tragadas. No mesmo nível que a coletividade nos absolve, também na coletividade podemos ser condenados.



Continua...

1.029 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page