Cumprindo o Ide


A programação da segunda manhã do Congresso começou cedo. Às 8:30h, o povo de Deus já estava na Igreja. Depois de uma reunião de consolidação para Apóstolos, o Culto começou com a apresentação do grupo de músicos venezuelanos Salmistas, Profetas e Adoradores.



O Pastor Asaf Borba cantou hinos que marcaram gerações e ainda tocam o coração toda vez que ouvimos.



O Apóstolo José Monteiro trouxe o entendimento de que, neste ano desafiador, Deus preparou a Igreja para viver algo poderoso, portanto, devemos estar atentos ao que o Senhor está nos sinalizando e nos preparar para o novo tempo que está chegando. Se fizermos isso, poderemos projetar um ano de 2021 poderoso, mas, como líderes temos que ter sempre uma palavra ungida para edificar as almas. “Em sua palavra há um decreto e tudo o que você proclamar dos seus lábios, terá o respaldo do céu”. E falou também de visão clara para ver o mundo espiritual, visualizando as coisas do Reino, curas e milagres que outras pessoas não veem e também dons espirituais para curar e libertar. ”Profetizo palavra ungida para ganhar multidões, o sobrenatural, e que em 2021 viveremos uma atmosfera profética poderosa e vamos ter a maior colheita da nossa história”.



Fidelidade



A palavra de prosperidade foi trazida pela Apóstola Ester Amazonas, que escolheu o Salmo 119:30 para edificar a Igreja: “Escolhi o caminho da fidelidade; decidi seguir as tuas ordenanças.” Ela explicou que a fidelidade deve ser uma decisão continua na nossa vida, em todas as áreas, inclusive na financeira. E esse caráter de fidelidade deve nos levar a atitudes corretas na direção de Deus. “O caráter de fidelidade deve ser vigiado em todas as áreas, porque somos sacerdotes do Senhor na cidade, no estado, na nação e temos que gerar ovelhas fiéis nos princípios da Palavra.”



Cumprindo o chamado do discipulado



O Apóstolo Renê lembrou que a ordem de Jesus é fazer discípulos de todas as nações, porém, é preciso estar preparado para cumprir o Ide nos tempos de hoje, lidando com dificuldades geográficas e culturais, precisando fazer renúncias, administrando problemas. Porém, apesar de todos esses desafios, temos a promessa de que o Senhor sempre estará conosco e sabemos que um dia os discípulos amadurecem e se tornam fonte da nossa alegria.


"Discipulado não é desejo humano, é ideia divina. Só consegue obedecer a ordem dos outros quem obedece à ordem maior. O Ide está vivo, o povo está carente de uma mensagem viva e onde você for você terá essa mensagem para liberar sobre as pessoas, o Evangelho da glória de Deus está dentro de você!”.


E a frase “o Ide está vivo!” ecoou na Igreja e nos corações dos homens e mulheres de Deus.

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo