fbq('track', 'AddPaymentInfo'); fbq('track', 'InitiateCheckout'); fbq('track', 'Lead'); fbq('track', 'ViewContent'); fbq('track', 'Purchase', {value: 0.00, currency: 'USD'});
top of page

Líderes ousados para conquistar territórios





Na noite de encerramento do Congresso de Liderança, em Brasília, o Apóstolo Mark Phfifer trouxe uma palavra sobre as sete montanhas: Religião, Família, Educação, Governo, Arte e Entretenimento, Mídia e Negócios.


O líder profetizou ousadia aos pastores, apóstolos e líderes. Ele enfatizou que essas montanhas moldam a mente de uma sociedade e formam sua cultura.


"Elas pertenciam todas à igreja de Jesus, mas foram ruindo porque o inimigo se levanta para atacar justamente a mente e a cultura da sociedade. Assim o diabo foi se levantando em uma a uma das montanhas, primeiro na arte e entretenimento com músicas e conteúdos associados à impureza e vícios; depois na educação, pois se destruindo a educação se destrói uma geração.Em seguida, a mídia ficou cheia de ideologias que anulam a verdade".


Mark disse que, enquanto isso acontecia, a igreja se escondia na montanha da religião, cheios de religiosidade, com ações baseadas no medo.


"Então o inimigo começou atacar a montanha da família, e hoje existe um ataque direto às famílias, porque elas são o maior prêmio entregue pelo Senhor a Abraão “Em ti serão benditas todas as famílias da Terra”.


O Apóstolo disse que a Igreja será unificada, porque Jesus orou por isso. "Unidade não significa sermos cópias, mas partes diferentes que formam um corpo”, declarou ele que essa união do corpo de Cristo tem gerado santidade e avivamento para que novamente o governo de todas as montanhas volte para os filhos de Deus".


Ele encerrou com palavras de ânimo, lembrando aos líderes da necessidade de tomar por posse as geografias onde estão inseridos, e que mais importante do que uma igreja cheia é uma cidade inteira salva.

59 visualizações0 comentário
bottom of page