fbq('track', 'AddPaymentInfo'); fbq('track', 'InitiateCheckout'); fbq('track', 'Lead'); fbq('track', 'ViewContent'); fbq('track', 'Purchase', {value: 0.00, currency: 'USD'});
top of page

Firme seu coração na promessa


“O seu coração está bem firmado, ele não terá medo, até que veja cumprido o seu desejo sobre os seus adversários.” (Salmos 112:8)


Todo líder que tem o coração voltado para Deus, espera em Suas promessas sem se distanciar, pois sabe que o nosso Deus é um Deus de promessas. Ele diz: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.” (Provérbios 4:23). Coração fala de sentimento, vontade, desejo, dentre outras coisas. Por isso, a Bíblia diz: “Onde estiver o seu coração aí está o seu tesouro.” (Mateus 6:21)


Há mais de 250 referências bíblicas sobre coração, todas relacionadas entre si. Somos uma geração de líderes que precisam ter o coração em Deus, viver para Ele. “Escondi a tua palavra no meu coração para não pecar contra ti.” (Salmos 119:11)



Coração puro e alegre

No Salmo 53:1, o salmista denuncia um coração insensato, que não possui sabedoria: “Diz o néscio no seu coração: Não há Deus. Corromperam-se e cometeram abominável iniquidade; não há quem faça o bem.”


Deus quer que tenhamos um coração puro e limpo, livre de toda a imundícia do mundo. “Como na água o rosto corresponde ao rosto, assim o coração do homem ao homem.” (Provérbios 27:19). Ou seja, assim como a água reflete o rosto, o coração reflete quem somos. Por isso, a Palavra diz em Provérbios 15:13: “O coração alegre aformoseia o rosto; mas pela dor do coração o espírito se abate.”


Existem pessoas que têm uma palavra branda, parecem ser tão calmas, mas na realidade não são o que parecem ser. “A sua fala era macia como manteiga, mas no seu coração havia guerra; as suas palavras eram mais brandas do que o azeite, todavia eram espadas desembainhadas.” (Salmos 55:21). Há pessoas que chegam até outras fingindo amar, mas por trás ferem e golpeiam. Isso revela uma falsidade muito grande. “Cessou para sempre a sua benignidade? Acabou-se a sua promessa para todas as gerações? Esqueceu-se Deus de ser compassivo? Ou na sua ira encerrou ele as suas ternas misericórdias? E eu digo: Isto é minha enfermidade; acaso se mudou a destra do Altíssimo? Recordarei os feitos do Senhor; sim, me lembrarei das tuas maravilhas da antiguidade. Meditarei também em todas as tuas obras, e ponderarei os teus feitos poderosos. O teu caminho, ó Deus, é em santidade; que deus é grande como o nosso Deus? Tu és o Deus que fazes maravilhas; tu tens feito notória a tua força entre os povos”. (Salmos 77:8-14)



Ative as promessas de Deus

Deus não esquece das promessas que fez, mas o coração do homem, muitas vezes, se distancia delas por causa da enfermidade da alma, colocando a culpa nos outros. Na verdade, cada um deve olhar para dentro de si e perceber o quanto se deixou enfermar. “Minha alma ainda os conserva na memória, e se abate dentro de mim. Torno a trazer isso à mente, portanto tenho esperança. A benignidade do Senhor jamais acaba, as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade. A minha porção é o Senhor, diz a minha alma; portanto esperarei nele. Bom é o Senhor para os que esperam por ele, para a alma que o busca. Bom é ter esperança, e aguardar em silêncio a salvação do Senhor.” (Lamentações 3:20-26)


As promessas do Senhor devem estar ativadas em nossa memória. O próprio Deus diz: “Procura lembrar-me; entremos juntos em juízo; apresenta as tuas razões, para que te possas justificar!” (Isaías 43:26). Como lembraremos das promessas se não abrirmos a boca diariamente para proferi-las e lembrá-las ao Pai? Devemos ser como um bebê dentro do útero da mãe: totalmente dependente. Necessitamos de Deus para tudo em nossa vida e entre nós não deve haver segredo.


Não podemos ser restituídos se não lembrarmos a Deus as Suas promessas. A Sua Palavra não mente e Ele mesmo nos pede: lembra-Me. Um coração fora da promessa paralisa a conquista.


O líder que deseja conquistar não deve ter uma alma amarga. É como se a dança estivesse fora do tempo da música. Toda amargura de alma na vida do líder deve ser renunciada para que nada venha impedir suas conquistas. Como líderes, precisamos quebrar os jugos opressores sobre o coração, trazendo à memória o que nos dá esperança (Lamentações 3:21). Lembre ao Senhor as promessas e peça o seu renovo, acompanhado de novos decretos.


Quando um líder vive o que fala, prospera. No discurso bíblico, os líderes que não viveram as promessas entraram em derrota. Aqueles que venceram as adversidades, conquistaram o êxito. Precisamos administrar as dificuldades e não deixar o inimigo encontrar brechas. A Palavra de Deus deve ser lembrada por nós todos os dias, para que possamos andar em novidade de vida e caminhar na revelação do Senhor, sempre alcançando novos territórios.


Deus cumprirá as promessas que fez a você, tão somente não distancie o seu coração do Senhor, antes firme o seu coração nas promessas e coloque tudo diante do Pai. Assim você contemplará as promessas e verá cada uma delas se cumprindo, uma a uma.


777 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page